Wattz a Blog!

Utilizando seu conteúdo para ganhar links sem desagradar o Google

O Link Building mudou muito, e vai continuar a mudar nos próximos meses. Ao longo dos últimos anos temos visto uma grande mudança nas táticas que realmente funcionam na hora de promover o seu site. Se pensarmos mais sobre isso, podemos ver que a web mudou e não é apenas uma maneira de fazer muita auto-promoção do seu site e rapidamente ser listado no topo para os seus principais termos de busca.

link building

Há alguns anos atrás, era possível construir de forma consistente seus próprios links para seus próprios sites e obter resultados rapidamente. Este foi sempre um plano falho. Como pode uma tática de marketing auto-promocional trabalhar indefinidamente? Imagine se nós usou a mesma tática de marketing offline para tentar obtém resultados?

Link Building dos velhos tempos

Automatizar a colocação de vários links de texto em sites sem tráfego para o seu site com textos âncora diretos dos serviços que você fornece.

link building ruim
Equivalente offline: Colocar anúncios de serviços prestados em qualquer lugar gratuitamente onde quase ninguém, e muito menos uma audiência relevante, iria vê-lo. Se todos nós usássemos esta tática de marketing que seria, em teoria, colocar material propagandístico em qualquer lugar gratiuto que pudermos, acabaríamos colocando tais propagandas em lugares completamente irrelevantes e, pior de tudo, em lugares onde NINGUÉM iria vê-lo. Esta tática funcionaria no mundo real? NÃO, e é exatamente por isso que o Google ter uma missão agressiva para garantir que estas táticas de spam não funcionam e que eles realmente promovam boas empresas que anunciem bem.

Link Building de verdade

Vamos inverter isso e olhar para o link building de verdade e ver como ele se compara ao modo correto de se fazer o marketing offline: Ao analisar o público que você já tem atualmente ou o que deseja alcançar, você compartilhar conteúdo e conhecimento que eles estão propensos a compartilhar em seus próprios sites e canais sociais. Equivalente offline: Identificação de público-alvo, formas de engajamento com eles para mostrar e divulgar o conhecimento que você tem em torno dos serviços que prestam. Isto acabará por levar você/sua empresa a ser conhecida como um verdadeiro profissional/empresa séria em seu nicho e as pessoas e profissionais do mercado irão falar com outras pessoas e lhe referenciar a seus amigos sobre como eles estão impressionados com o conhecimento que você forneceu. Foco no objetivo

Quando você olha para o equivalente offline do link building real, você pode ver que independentemente de estas táticas serem utilizadas tanto digitalmente quanto offline, ambas fazem a marca crescer organicamente. Isto é o que o Google está procurando e vai desvalorizar qualquer outra tentativa de contornar esta situação. Agora que o ponto a ser pensado é como e por que é tão importante jogar pelas regras do Google, quero passar para o tema principal deste artigo, que é com o que um monte de pequenas lutam. É um tema bem conhecido e é melhor examinado com uma pergunta:

“Sei que preciso compartilhar meu conhecimento e conteúdo com o mundo para ganhar links de forma natural. Mas como faço para que meu conteúdo seja visto quando as grandes marcas dominam as primeiras posições nos buscadores? “

Esta é uma pergunta muito boa e um até mesmo o Google se esforça para responder. Muitas vezes, é difícil competir no mundo online com as marcas maiores. Negócios menores são muitas vezes levados a usar táticas de spam para sobreviver. É uma situação complicada e vemos muitas marcas menores que colocaram um grande esforço para a criação de conteúdo compartilhável, e por vezes podem pensar errôneamente que fazer spam é a única maneira de obter o seu conteúdo visto e gerar links. Todos nós já vimos isso acontecer com Guest Posts, que são uma das maneiras mais fáceis de construir artificialmente links para seu site. Naturalmente, o Google começou a intervir, como vimos na postagem do blog de Matt Cutt sobre o assunto. Mas mesmo Matt Cutts está simpatizando com as marcas menores que tentam ganhar espaço online, ele percebe que tempos difíceis estão à frente para eles, tanto que respondeu um usuário do twitter no dia 21 de janeiro mencionando que ele sente pelas novas caras menores, que tentam obter visibilidade online.

Então, qual é a resposta para as pequenas empresas? Comece envolvendo anúncios pagos e curadoria de conteúdo em seu plano de marketing. Isso permitirá que você cobrir todas as bases (quem conhece baseball entenderá a referência), direcionar o tráfego e gerar links mais organicamente sem jogar contra o jogo do Google.

Comece com bom conteúdo

Sei que isto já foi dito muitas vezes antes, mas tudo começa com a criação de conteúdo de qualidade. Não apenas bom conteúdo, mas um ótimo conteúdo que mostra que você é um líder de verdade, que sua marca é de confiança, e que você pode resolver os problemas do seu cliente. O primeiro passo neste caminho é criar um calendário de conteúdo, descrevendo o que você quer escrever sobre, para qual a plataforma, e quando. Isso ajuda você a concentrar seus esforços, e garante que você tenha um bom fluxo de conteúdo matador para envolver o público você vai ter em breve. Uma boa maneira de ajudar a criar um calendário de conteúdo estruturado é analisar o que seu público compartilha nos meios sociais. Há um post recente no Social Media Today , que abrange isso com mais detalhes. Uma vez que você está seguindo o rumo de criar um grande conteúdo, o passo fundamental é direcionar o tráfego para esse conteúdo. Ao receber novos públicos envolvidos com o conteúdo que você está produzindo, você está construindo uma atmosfera positiva em torno de sua marca – o seu novo público verá o conteúdo, o compartilhará em redes sociais e acabará lhe gerando espontâneamente links se eles tem sites. Isso só vai acontecer se você atingit público mais relevante possível para o seu conteúdo.

Curadoria de conteúdo para aproveitar o conteúdo

Há algumas ótimas maneiras de fazer isso, inclusive se envolver em plataformas de curadoria de conteúdo e usando publicidade com alvo bem definido. Plataformas de curadoria de conteúdo como Inbound.org e Quora, por exemplo, permitme que você coloque um link (geralmente links no-follow, que não repassam relevância para o algoritmo de posicionamento do Google) para o seu conteúdo com o objetivo de direcionar o tráfego. Se você encontrar as plataformas de curadoria de conteúdo certas para seu nicho, você pode direcionar tráfego relevante para o seu conteúdo gratuitamente. Em última análise, as pessoas vão compartilhar um bom conteúdo – se eles sentem que aprendem com ele, ou que verão com bons olhos quando o compartilhar. Compartilhamento pode incluir compartilhamento social, links e citações em posts – itens valiosos para aumentar sua presença online. Há apenas alguns bons curadores de conteúdo na web. Inbound.org, Yahoo Respostas e Quora são meio óbvio para os comerciantes. No entanto, vale a pena olhar Grupos do LinkedIn e Comunidades no Google Plus para poder publicar o seu conteúdo em diversos grupos relevantes para obter tração (mas sem fazer isso apenas como um spammer, não tendo engajamento qualquer com os usuários destes grupos).

Use a publicidade paga para promover o seu conteúdo bem sucedido

Discutimos ferramentas de curadoria de conteúdo e como elas podem ajudar a promover seu conteúdo gratuitamente. Fazer isso vai lhe dar uma visão direta para exatamente que conteúdo pode ter um bom desempenho. O próximo passo é levar o conteúdo que tem um bom desempenho organicamente usando as ferramentas de curadoria e promovê-lo ainda mais com a publicidade paga. Existem algumas opções para isso, mas recomendamos uma combinação de AdWords do Google, Facebook, Twitter em primeiro lugar para ver o que funciona, e depois potencialmente testando Linkedin e Bing mais tarde. Este não é o lugar para dizer-lhe como fazê-AdWords, há uma abundância de grandes blogs lá fora e excelentes profissonais na Wattz que podem lhe atender de forma mais precisa, mas a nossa principal recomendação ao executar uma campanha do AdWords para esse fim é ser criativo com Seu anúncio e palavras-chave. Claro que você quer encontrar novos clientes, mas pode ser possível gerar tráfego um pouco mais barato por pensar a conversão de forma ligeiramente diferente. Em vez de mirar a venda ou lead, pense em sua conversão como engajamento da marca ou link ganho – o que irá levá-lo para diferentes grupos e palavras-chave do anúncio, e uma nova maneira de olhar para as métricas do Google AdWords para essas campanhas. O Facebook torna mais fácil direcionar anúncios a um nível muito mais granular em muitos aspectos. Você é capaz de atingir com base em idade, localização, sexo e interesses, para citar apenas alguns, o que lhe permite direcionar precisamente para um potencial defensor de sua marca, ou blogueiro(s) interessado(s). No Twitter é basicamente o mesmo, o que lhe permite atingir com base em palavras-chave que os usuários falam, ou que eles seguem – de novo, o que lhe permite ficar esperto com encontrar o seu novo público. Naturalmente, há uma série de outras táticas para considerar, como e-mail marketing, Rede de Display do Adwords, e tudo mais. No entanto, temos tido maior retorno gerando compartilhamento sociais e links para clientes menores utilizando a abordagem mencionada anteriormente, nomeadamente através do Facebook. Independente do canal que você utilizar, também recomendamos uma estratégia de re-engajamento e de manter a sua marca viva na mente das pessoas, deixando seu novo público mais propenso a compartilhar seu conteúdo e criar links para você. Você agora é capaz de redirecionar seus usuários do site por sua atividade no local através do Facebook, bem como por meio da Rede de Display do Google, o que significa que você pode lembrar os usuários de sua marca muito bem onde quer que vá online.

Pequenas marcas precisa pensar mais inteligente para obter o seu conteúdo notado

Em resumo, o marketing de conteúdo está explodindo e pequenas empresas precisam ficar espertas para chegar à frente. Basear-se em velhas táticas e soluções rápidas não funcionará mais. É hora de investir em uma estratégia de conteúdo com dados conduzido e colocar um valor real em seu conteúdo. Envie seu conteúdo para o público certo e crie novos alcances naturais, gerando ações sociais e ganho de links. É tudo sobre como obter o conteúdo certo na frente das pessoas certas, e com o Google e Facebook, cada empresa tem agora um arsenal de ferramentas à sua disposição para fazer isso de forma eficaz.
Fonte: Search Engine Journal

Guga Alves

Sócio-Fundador da Agência Wattz. Analista de Sistemas, Pós graduado em Gestão Estratégica em Marketing Digital e idealizador do site Tudo Para WordPress, Guga é conhecido por ser especialista em SEO e uma das referências em desenvolvimento WordPress no cenário brasileiro. Palestrante de eventos como a Campus Party e WordCamp's Porto Alegre, São Paulo e Belo Horizonte, além de organizador do WordCamp Rio de Janeiro.

Deixe seu comentário